“IBINU” CABOCLA JUREMEIRA!

Por Geraldo Dias de Andrade

Por Geraldo Dias de Andrade 12/11/2021 - 12:39 hs

Raiva da força da Jurema! Lançou flechas venenosas tendo na ponta do artefato mortífero “Ordem Unida” em direção aos recalcitrantes do Paço. Acertem o passo ou batam de retirada, levantando acampamento, já! A Prefeita Suzana Ramos diz que têm que obedecer ao Regulamento Disciplinar da Prefeitura (RDP).

Ou obedece ao RDP ou Cai: Parodiando José do Patrocínio – Defensor dos Escravos: “Ou obedece à vontade do povo ou cai.” Não há apelação: explica, mas, não justifica. Chorar no Orum é o que resta. Acerta o passo quem bebe o “chá ou vinho da Jurema Sagrada.”

“Agora ou nêgo se encaixa ou vou tirar!?” “O fogo apaga ou o caldeirão ferve!?” um “gude preso” da cabocla Alcaide Municipal.

Dedo em riste e punho de boxeadora, demonstrando força e resistência ao acionar o arco do petardo certeiro destruidor do contingente que poderá apresentar renitência dentro da aldeia. (Prefeitura).

O ringue, tablado, está montado, em Juazeiro, não se sabendo, quantos rounds no boxe.

Havendo rounds ou não, o vencedor deve ser Juazeiro, que precisa crescer todos juntos, trabalhando, sem causar embaraços na Administração do Município, que também é coisa, Sagrada.

É de bom alvitre que se domine o ímpeto, não se expressar sem métrica para não incorrer em erro, pois o arrependimento faz chover.

O velho adágio condena a ingratidão, pois ela não passa diante dos olhos de Deus. Por isso, deve-se usar cautela, bom senso, para não lhe causar danos. Cavalo esperto não espanta boiada! Devemos ser gratos, pois a gratidão é o berço materno de todos os sentimentos.

A propósito, para ilustrar este texto, visto o que queremos é ver Juazeiro progredir para o bem de todos: peço licença para consignar o presente ponto do velho guerreiro dono das matas: “Oxossi é bom cavaleiro, faceiro até no andar, quem não faz o que ele manda, ele dá e torna tomar.”

MALEMBE – AXÉ!